Vem aí a 19ª Copa Paulista Abrabull

19ª Copa Paulista Abrabull

19ª Copa Paulista Abrabull

Vem aí mais uma importante exposição realizada pela Abrabull dessa vez julgada pelo Criador Steven Davison – Canil Brampton, Inglaterra. Venha conferir e conhecer os melhores Bulldogs do plantel nacional em pista. A exposição ocorrerá em Itapecerica da Serra-SP, no dia 21/03/2015, nas dependências do Hotel Del Verde.

 

Anúncios

Bulldog Club lança calendário 2015.

_DSC0929

O nosso parceiro Bulldog Club selecionou 13 Bulldogs para estampar o calendário 2015, onde a ideia era colocar a foto do cão em seu respectivos mês de aniversário. Foram mais de 120 inscritos, e muitas fotos lindas mas infelizmente o ano só tem 12 meses.

Com o intuito de repassar uma porcentagem das vendas a Ongs de proteção e cuidado animal o calendário foi muito bem visto pelos apaixonados pelo Bulldog Inglês, as Ongs que receberam essa porcentagem foram a Loucos por Bicho e Oba! Organização bem animal, clique e conheça as instituições.

A primeira edição com 200 unidades foi uma febre e por esse motivo a Bulldog Club esta lançando a segunda edição do calendário, serão selecionados mais 13 Bulldogs, se tiver interesse em participar entre em contato aqui mesmo no email bullblog@bullblogingles.com, serão aceitos fotos acima de 1 mega.

Agradecimento aos cães selecionados da primeira edição.

Marcela reis – Tião
Luana Poli – Tofu
Camila e Diether – Amadeu
Eduardo Camargo – Polayna
Cibelle Borilo – Godiva
MIchelli Gugê – Mixirica
Eneida – Don Vito
Vanessa Jackisch – Amadeo
Luciane Lima – Olivia
Maristela Hardt – Gladstone
Sabrina Mattozo – Toreto
Adri Kotoman – Britney
Talita Xavier – Dina

E aos patrocinadores que anunciaram sua logomarca na base do calendário.

Vet Society – www.vetsociety.com.br

Designer – Bruna Capistrano

DogWash – facebook/dogwash

Talita Xavier Fotografia – www.talitaxavierfotografia.com.br

BaconDogs – facebook/bacondogs

Promex Plásticos – facebook/promexplasticos

Fique por dentro dos próximos selecionados para a segunda edição na fanpage da Bulldog Club, clique aqui!

Bullbeijos!

1970407_620411208080682_753243856355166878_n

10358710_620411151414021_2140163043502871736_n

 

9775_620411121414024_999523936798004249_n

994986_582920118427932_1651290024_n

1509119_620411118080691_5409309821571994508_n

1174528_620410964747373_645611969155671842_n 10171620_620411051414031_5244322575811440313_n 10264439_620411001414036_5672001934948929877_n 10354593_620411071414029_179781059337994428_n 10429221_620411081414028_4135321480487336925_n 10441953_620410721414064_9102188931256990745_n 10696360_620411078080695_2643294838871389845_n 10801871_620410994747370_3578125940699459669_n

1959321_620411074747362_6713678859676619957_n

Eduarda Volpatto - Colaboradora Bullblog e Bulldog Club

Eduarda Volpatto – Colaboradora Bullblog e Bulldog Club

 

Com a palavra, o criador Francisco ( Canil Frandel ).

Foto - Johnny

Foto – Johnny

1– PORQUE O BULLDOG E COMO TUDO COMEÇOU?
O Bulldog era um sonho de criança, ter essa amada raça muito presente em filmes e desenhos animados. Adquirimos nosso primeiro Bulldog no ano de 2007 afim de iniciar a formação de um plantel, isso tudo com muitas pesquisas sobre a raça e linhas de sangue, visando sempre o aprimoramento e conservação das melhores qualidades. Nossa finalidade sempre foi em criar nossos cães de maneira criteriosa e cuidadosa, dando acima de tudo qualidade de vida, produzindo exemplares dentro do padrão da raça.

2 – QUAL A ROTINA DO CANIL?
Nossa rotina se baseia em uma boa higienização nos canis, áreas comuns,utensílios e nos nossos cães, alimentamos nossos gordos duas vezes por dia e também eles desfrutam de longos períodos de recreação e banhos de sol, pois contamos com um clima serrano e muita área verde.

3 – QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA QUEM ESTÁ PENSANDO EM ADQUIRIR UM BULLDOG?
As recomendações básicas para quem está querendo um Bulldog são: disposição para receber e dar muito carinho e procurar muitas informações sobre a raça, conversar com pessoas que convivem, nunca adquirir qualquer animal por impulso ou modismo.

FRANDEL AQUILLES

FRANDEL AQUILLES

4 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DICAS PARA AQUELES QUE JÁ SÃO PROPRIETÁRIOS?
Os maiores cuidados são com o calor em excesso, não deixar seu cão em longos períodos sozinho pois eles podem ficar depressivos, cuidados sempre com a pele e sempre administrar uma boa ração e água fresca.

5 – E PARA AQUELES QUE PENSAM EM COMEÇAR A CRIAR?
Muita pesquisa,entender muito bem sobre o padrão da raça,observar o gosto pelas linhagens de sangue, se inteirar através de clubes idôneos exposições especializadas na raça e procurar boas conversas com criadores.

6 – QUAL O PERFIL DO PROPRIETÁRIO IDEAL?
Ser totalmente responsável pela posse de um animal que depende totalmente para um bom crescimento e sociabilização, dar muito amor e carinho mas ter voz ativa parta falar o não, pois sua educação necessita de muito carinho e repreender quando necessário.

GR. CH. TSAR´S VINCENZO - Foto Nilton Novaes

GR. CH. TSAR´S VINCENZO – Foto Nilton Novaes

7 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O PLANTEL NACIONAL?
Estamos caminhando a passos largos com excelentes criadores que visam formar sua linha de sangue através do que há de melhor no cenário internacional e também hoje está muito mais acessível o contato com grandes criadores,através das exposições Nacionais onde temos a oportunidade de contar com julgamento e palestras de criadores de renome.

8 – AINDA SOMOS UM PAÍS IMPORTADOR DE BULLDOGS? SIM / NÃO E PORQUÊ?
Há essa necessidade para que possamos aprimorar cada vez mais fazendo a fusão de nossa criação com linhagem top internacional.

9 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS EXPOSIÇÕES NO BRASIL E A QUALIDADE DE NOSSOS ÁRBITROS?
Temos excelentes exposições no Brasil mas falta um pouco mais de conhecimento sobre a raça aos que julgam as gerais.

Am. Ch. SHOWTIME HERE´S JOHNNY - Foto Johnny

Am. Ch. SHOWTIME HERE´S JOHNNY – Foto Johnny

10 – QUAL A SUA MAIOR FELICIDADE COMO CRIADOR?
Ver que estamos no caminho certo por conta do nascimento de ninhadas saudáveis e muito corretas e a satisfação de nossos clientes e nossa satisfação pessoal que é indescritível a cada dia que passa.

11 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS ALTERAÇÕES NO PADRÃO DA RAÇA?
Algumas alterações foram muito significativas para a raça, é de grande valia sempre para a questão de cães mais saudáveis.

12 – O QUE NÃO PODE FALTAR NUM BULLDOG?
Além de um cão dentro do padrão e com uma boa movimentação não pode faltar o melhor que eles nos oferecem, seu jeito amável de ser.

Para saber mais sobre o Canil Frandel acess o site www.frandel.com.br.

Facebook Francisco Canil Frandel.

Com a palavra, os criadores Wesley Cavalcante e Glaucia Franco ( Heralds Of The King ).

23

1 – PORQUE O BULLDOG E COMO TUDO COMEÇOU?

Nossa paixão por animais vem da infância, mas sempre tivemos cães de outras raças, o Bulldog sempre nos chamou a atenção, mas o desejo de conviver e conhecer melhor a raça aumentou depois de assistir o filme “ O dono da festa”, onde a participação de um Bulldog é hilária.

Nossa primeira Bulldog foi adquirida sem ter noção do que era um filhote com qualidade, porém foi impossível não amar a raça, e a partir dai começamos a querer saber e conhecer os detalhes da raça, viajamos para o Rio de Grande Sul , Rio de Janeiro, Interior de SP e EUA, onde obtivemos muitas informações  com outros criadores e somos gratos e então começamos a entender padrões da raça, diferenças de linhagens, fenótipo, genótipo, etc e a partir daí fizemos muitas pesquisas e procuramos definir um tipo e chegamos aos Lendários “ Cherokee Legend” e este é e será nosso foco da criação.

2 – QUAL A ROTINA DO CANIL?

Pela manhã enquanto lava-se o canil os cães ficam em banho de sol em área gramada, utilizamos produtos de limpeza específicos de uso veterinário, depois os cães são alimentados, os adultos fazem apenas 2 refeiçoes diárias e filhotes 3 refeiçoes diárias com ração Super Premium, , utilizamos filtros de barro para água que é oferecida aos cães, e no final da tarde tem o momento de recreação de 15 a 20 min e após a última refeição do dia e eles podem dar um passeio pela grama antes de dormir.

No verão os passeios e os momentos de recreação são menores devido o calor e sempre nos horários da manhã entre 08 e 09h e a tarde entre 18h e 19h.

22

Heralds of the King Dakota

3 – QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA QUEM ESTÁ PENSANDO EM ADQUIRIR UM BULLDOG?

Pesquisar , pesquisar, pesquisar… procurar bons criadores, o site da Associação Brasileira do Bulldog possui diversos, pensar que o Bulldog é uma raça diferente de todas as outras que os tornam tão especiais, nós dizemos que são como crianças e estar preparado para oferecer o melhor a ele, por que eles sempre darão o melhor deles.

4 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DICAS PARA AQUELES QUE JÁ SÃO PROPRIETÁRIOS?

Quem já possui um Bulldog sabe que atenção, carinho , dedicação total e surpresas sempre nos fará sair da rotina, não existe rotina com Bulldog…

5 – E PARA AQUELES QUE PENSAM EM COMEÇAR A CRIAR?

Sabemos que mesmo com uma excelente genética, filhotes serão sempre uma aposta, porém a probabilidade de erros é menor quando se escolhe uma base com boa qualidade genética e isso custa caro, dedicação total, estar preparado para várias noites sem dormir quando tiver ninhadas, paciência e mesmo diante das dificuldades não desistir, pois a arte de criar se resume em AMAR.

19

6 – QUAL O PERFIL DO PROPRIETÁRIO IDEAL?

O proprietário ideal, pergunta e pesquisa muito sobre a raça antes de adquirir, que não simplesmente goste de cães, mas que os ame incondicionalmente .

7 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O PLANTEL NACIONAL?

Tem melhorado a cada dia, muitos criadores preocupados em melhorar a raça, muitos cães tem sido importado, mas a qualidade das fêmeas no Brasil ainda deixam a desejar em relação a outros países, temos que pensar que em um cruzamento a prole sempre herdará 50% da Fêmea e 50% do macho, mesmo em caráter genético de dominância e recessividade, o material genético da fêmea sempre será transmitido em uma proporção de 50%.

A medida que a qualidade das fêmeas  começarem a se equiparar a qualidade dos machos que temos no Brasil a criação Nacional poderá alcançar níveis de destaque em Exposições de âmbito Internacional.

Cherokee Legend Michelangelo... in "Heralds Of The King"

Cherokee Legend Michelangelo…
in “Heralds Of The King”

8 – AINDA SOMOS UM PAÍS IMPORTADOR DE BULLDOGS? SIM / NÃO E PORQUÊ?

Sim, com certeza, existem muitas importações no Brasil, trazidos com o objetivo de melhorar a qualidade da criação em nosso pais, pois embora seja um tanto burocrático as importações, não são tão difíceis.

Cherokee Legend Ursula

Cherokee Legend Ursula

9 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS EXPOSIÇÕES NO BRASIL E A QUALIDADE DE NOSSOS ÁRBITROS?

Existem algumas boas exposições no Brasil, mas infelizmente os clubes em sua grande maioria não se preocupam com os cães, no verão as exposições são em lugares muito quente, sem infraestrutura para acampar cães como Bulldogs . Em relação aos juízes,existem ótimos juízes, juízes políticos, e os que entendem muito pouco ou nada da raça, mas já tivemos exposições com alguns que já julgaram a Nacional de Bulldogs nos EUA.

10 – QUAL A SUA MAIOR FELICIDADE COMO CRIADOR?

A própria felicidade que eles nos proporcionam, felicidade tal , que independe da circunstância ou momento em que estamos vivendo,  para eles não existe dia triste , o amor que eles nos oferecem é tudo!!

Javary Neptune Olaf

Javary Neptune Olaf

11 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS ALTERAÇÕES NO PADRÃO DA RAÇA?

Mudanças sempre veem com o objetivo de melhorar, mas sempre dizemos, que genética é uma” caixa de surpresas”.

12 – O QUE NÃO PODE FALTAR NUM BULLDOG?

Tipicidade, bom temperamento e alegria sempre. Muito me agrada Bulldogs com linda cabeça, bela mandíbula, boa ossatura, compacto sem exageros e se movimentar bem!

Javary Neptune Olaf

Exact Classic Vida Guerra

Para saber mais sobre o Heralds Of The King acesse o site www.heraldoftheking.com.br.

Fanpage Heralds Of The King

Halloween dos Bulls reúne mais de 60 Bulldogs em Curitiba

13

Pietra Prop – Hélio e Saiury

Bullblog esteve no Halloween dos Bulls, que reuniu mais de 60 Bulldogs no Phoenix Studio em Curitiba.

Organizado pelo Roberto da Bulldogada Barigui o evento foi um sucesso, em parceria com o apoio de alguns parceiros como Premier, Casa do Produtor, Bacon Dogs, Endorgard, entre outros. Muitos Bulldogs fantasiados, troca de experiência e muitos sorteios de brindes.

Origem da Bulldogada Barigui

A ideia da Bulldogada surgiu em meados de 2013 depois de uma conversa entre o gerente comercial Roberto Bajdiuk e o engenheiro elétrico Ercio Saut. Como se reuniam com frequência com seus “bulls” – forma carinhosa de chamá-los -, decidiram buscar mais pessoas apaixonadas pela raça. “As primeiras edições atraíram, em média, 15 cachorros.
A paixão de Bajdiuk pela raça é antiga e começou de forma simbólica. “Minha mãe, quando tinha 17 anos, comprou uma porcelana de buldogue com o primeiro salário dela”, disse. O objeto, que existe até hoje, sempre foi motivo de contemplação. Até que, há dois anos, ele adquiriu a Lola, que o fez ficar ainda mais apaixonado pela raça.

Lola

Lola

Bullblog ofereceu uma linda cesta e a ganhadora foi a Andreia Prado, parabéns!

Andreia Prado - ganhadora da cesta Bullblog

Andreia Prado – ganhadora da cesta Bullblog

Para ajudar no tratamento da Kaity, uma Bulldog Inglesa abandonada numa clínica por possuir problemas em seus membros inferiores.

Bulldog Club contribuiu com uma camiseta 3D para a rifa de arrecadação de fundos para a compra da cadeirinha de rodas.

Para saber mais sobre a Kaity, clique aqui!

Kaity

Kaity

Eduarda, Sema e a ganhadora Karin Bürgel.

Eduarda, Sema e a ganhadora Karin Bürgel.

A fotógrafa Bia Cestaro cobriu o evento e clicou muitos momentos divertidos confira!

18

1.1

17

16

19

Jimmy Prop – Karin Bürgel

387f54205faf09a876894cee01ff30eb

Evangelin Prop – Larissa Fernanda Maidl

6726_444364152300299_2037246544_n

15

Homer Prop – Hélio e Saiury

22

10755-desenho-cao-bulldog_large

Charlie Prop – Jana Lima

Veja mais fotos, clique aqui!

Bullbeijos!

uuu Eduarda Volpatto

Colaboradora Bullblog e Bulldog Club.

Dica rápida!

8249_425507930912366_59207396_n

Caso seu cão fuja, ao encontrá-lo, não brigue com ele. Assim, se ele fugir novamente, não evitará voltar para casa.

Quanto tempo vive um bulldog?

Muito se fala que cães de fucinho curto não vivem muito, que a expectativa de vida é menor que outros cães. Minha bulldog já está com 7 anos e começo a ficar nervosa. Por isso resolvi criar essa enquete para vermos como acontece na prática mesmo. Quantos anos nossos gordinhos têm vivido quando recebem todo esse carinho que damos diariamente para eles?

Abaixo duas enquetes, uma para quem já perdeu o seu Bulldog, e outra para quem quiser contar quantos anos tem o seu companheirinho.

.

Vote!

.

…..

.

.

.

%d blogueiros gostam disto: