Comprovado: cachorros ajudam na paquera!

_DSC0750uuuuu

É mais fácil conseguir ajuda, conversar com outras pessoas e até obter telefone quando estamos acompanhados por um cão, conforme demonstrou um estudo publicado em dezembro de 2008 na renomada revista científica Anthrozoos.

Para testar a hipótese de que os cães funcionam como facilitadores sociais, foram feitos quatro experimentos, todos eles com e sem cão. No primeiro, um homem pediu dinheiro na rua. No segundo, uma mulher fez a mesma coisa. No terceiro, um homem deixou cair propositadamente moedas no chão para ver se as pessoas o ajudavam a recolhê-las. No quarto, um teste idêntico foi feito por uma mulher. Por último, um homem pediu o telefone de mulheres jovens na rua. Em todos os experimentos, constatou-se que os cães ajudaram as pessoas a atingirem seus objetivos.

Continue lendo

Anúncios

A paciência é uma virtude de poucos.

10388630_10203876468610705_8242043485430182397_n

 

Mas não se preocupe, é tudo brincadeira =)

10470892_10203876468250696_3380220669015590334_n

Via – Vatuzy Junior Monteiro

Com a palavra, o criador Francisco ( Canil Frandel ).

Foto - Johnny

Foto – Johnny

1– PORQUE O BULLDOG E COMO TUDO COMEÇOU?
O Bulldog era um sonho de criança, ter essa amada raça muito presente em filmes e desenhos animados. Adquirimos nosso primeiro Bulldog no ano de 2007 afim de iniciar a formação de um plantel, isso tudo com muitas pesquisas sobre a raça e linhas de sangue, visando sempre o aprimoramento e conservação das melhores qualidades. Nossa finalidade sempre foi em criar nossos cães de maneira criteriosa e cuidadosa, dando acima de tudo qualidade de vida, produzindo exemplares dentro do padrão da raça.

2 – QUAL A ROTINA DO CANIL?
Nossa rotina se baseia em uma boa higienização nos canis, áreas comuns,utensílios e nos nossos cães, alimentamos nossos gordos duas vezes por dia e também eles desfrutam de longos períodos de recreação e banhos de sol, pois contamos com um clima serrano e muita área verde.

3 – QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA QUEM ESTÁ PENSANDO EM ADQUIRIR UM BULLDOG?
As recomendações básicas para quem está querendo um Bulldog são: disposição para receber e dar muito carinho e procurar muitas informações sobre a raça, conversar com pessoas que convivem, nunca adquirir qualquer animal por impulso ou modismo.

FRANDEL AQUILLES

FRANDEL AQUILLES

4 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DICAS PARA AQUELES QUE JÁ SÃO PROPRIETÁRIOS?
Os maiores cuidados são com o calor em excesso, não deixar seu cão em longos períodos sozinho pois eles podem ficar depressivos, cuidados sempre com a pele e sempre administrar uma boa ração e água fresca.

5 – E PARA AQUELES QUE PENSAM EM COMEÇAR A CRIAR?
Muita pesquisa,entender muito bem sobre o padrão da raça,observar o gosto pelas linhagens de sangue, se inteirar através de clubes idôneos exposições especializadas na raça e procurar boas conversas com criadores.

6 – QUAL O PERFIL DO PROPRIETÁRIO IDEAL?
Ser totalmente responsável pela posse de um animal que depende totalmente para um bom crescimento e sociabilização, dar muito amor e carinho mas ter voz ativa parta falar o não, pois sua educação necessita de muito carinho e repreender quando necessário.

GR. CH. TSAR´S VINCENZO - Foto Nilton Novaes

GR. CH. TSAR´S VINCENZO – Foto Nilton Novaes

7 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O PLANTEL NACIONAL?
Estamos caminhando a passos largos com excelentes criadores que visam formar sua linha de sangue através do que há de melhor no cenário internacional e também hoje está muito mais acessível o contato com grandes criadores,através das exposições Nacionais onde temos a oportunidade de contar com julgamento e palestras de criadores de renome.

8 – AINDA SOMOS UM PAÍS IMPORTADOR DE BULLDOGS? SIM / NÃO E PORQUÊ?
Há essa necessidade para que possamos aprimorar cada vez mais fazendo a fusão de nossa criação com linhagem top internacional.

9 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS EXPOSIÇÕES NO BRASIL E A QUALIDADE DE NOSSOS ÁRBITROS?
Temos excelentes exposições no Brasil mas falta um pouco mais de conhecimento sobre a raça aos que julgam as gerais.

Am. Ch. SHOWTIME HERE´S JOHNNY - Foto Johnny

Am. Ch. SHOWTIME HERE´S JOHNNY – Foto Johnny

10 – QUAL A SUA MAIOR FELICIDADE COMO CRIADOR?
Ver que estamos no caminho certo por conta do nascimento de ninhadas saudáveis e muito corretas e a satisfação de nossos clientes e nossa satisfação pessoal que é indescritível a cada dia que passa.

11 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS ALTERAÇÕES NO PADRÃO DA RAÇA?
Algumas alterações foram muito significativas para a raça, é de grande valia sempre para a questão de cães mais saudáveis.

12 – O QUE NÃO PODE FALTAR NUM BULLDOG?
Além de um cão dentro do padrão e com uma boa movimentação não pode faltar o melhor que eles nos oferecem, seu jeito amável de ser.

Para saber mais sobre o Canil Frandel acess o site www.frandel.com.br.

Facebook Francisco Canil Frandel.

Com a palavra, os criadores Wesley Cavalcante e Glaucia Franco ( Heralds Of The King ).

23

1 – PORQUE O BULLDOG E COMO TUDO COMEÇOU?

Nossa paixão por animais vem da infância, mas sempre tivemos cães de outras raças, o Bulldog sempre nos chamou a atenção, mas o desejo de conviver e conhecer melhor a raça aumentou depois de assistir o filme “ O dono da festa”, onde a participação de um Bulldog é hilária.

Nossa primeira Bulldog foi adquirida sem ter noção do que era um filhote com qualidade, porém foi impossível não amar a raça, e a partir dai começamos a querer saber e conhecer os detalhes da raça, viajamos para o Rio de Grande Sul , Rio de Janeiro, Interior de SP e EUA, onde obtivemos muitas informações  com outros criadores e somos gratos e então começamos a entender padrões da raça, diferenças de linhagens, fenótipo, genótipo, etc e a partir daí fizemos muitas pesquisas e procuramos definir um tipo e chegamos aos Lendários “ Cherokee Legend” e este é e será nosso foco da criação.

2 – QUAL A ROTINA DO CANIL?

Pela manhã enquanto lava-se o canil os cães ficam em banho de sol em área gramada, utilizamos produtos de limpeza específicos de uso veterinário, depois os cães são alimentados, os adultos fazem apenas 2 refeiçoes diárias e filhotes 3 refeiçoes diárias com ração Super Premium, , utilizamos filtros de barro para água que é oferecida aos cães, e no final da tarde tem o momento de recreação de 15 a 20 min e após a última refeição do dia e eles podem dar um passeio pela grama antes de dormir.

No verão os passeios e os momentos de recreação são menores devido o calor e sempre nos horários da manhã entre 08 e 09h e a tarde entre 18h e 19h.

22

Heralds of the King Dakota

3 – QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA QUEM ESTÁ PENSANDO EM ADQUIRIR UM BULLDOG?

Pesquisar , pesquisar, pesquisar… procurar bons criadores, o site da Associação Brasileira do Bulldog possui diversos, pensar que o Bulldog é uma raça diferente de todas as outras que os tornam tão especiais, nós dizemos que são como crianças e estar preparado para oferecer o melhor a ele, por que eles sempre darão o melhor deles.

4 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DICAS PARA AQUELES QUE JÁ SÃO PROPRIETÁRIOS?

Quem já possui um Bulldog sabe que atenção, carinho , dedicação total e surpresas sempre nos fará sair da rotina, não existe rotina com Bulldog…

5 – E PARA AQUELES QUE PENSAM EM COMEÇAR A CRIAR?

Sabemos que mesmo com uma excelente genética, filhotes serão sempre uma aposta, porém a probabilidade de erros é menor quando se escolhe uma base com boa qualidade genética e isso custa caro, dedicação total, estar preparado para várias noites sem dormir quando tiver ninhadas, paciência e mesmo diante das dificuldades não desistir, pois a arte de criar se resume em AMAR.

19

6 – QUAL O PERFIL DO PROPRIETÁRIO IDEAL?

O proprietário ideal, pergunta e pesquisa muito sobre a raça antes de adquirir, que não simplesmente goste de cães, mas que os ame incondicionalmente .

7 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O PLANTEL NACIONAL?

Tem melhorado a cada dia, muitos criadores preocupados em melhorar a raça, muitos cães tem sido importado, mas a qualidade das fêmeas no Brasil ainda deixam a desejar em relação a outros países, temos que pensar que em um cruzamento a prole sempre herdará 50% da Fêmea e 50% do macho, mesmo em caráter genético de dominância e recessividade, o material genético da fêmea sempre será transmitido em uma proporção de 50%.

A medida que a qualidade das fêmeas  começarem a se equiparar a qualidade dos machos que temos no Brasil a criação Nacional poderá alcançar níveis de destaque em Exposições de âmbito Internacional.

Cherokee Legend Michelangelo... in "Heralds Of The King"

Cherokee Legend Michelangelo…
in “Heralds Of The King”

8 – AINDA SOMOS UM PAÍS IMPORTADOR DE BULLDOGS? SIM / NÃO E PORQUÊ?

Sim, com certeza, existem muitas importações no Brasil, trazidos com o objetivo de melhorar a qualidade da criação em nosso pais, pois embora seja um tanto burocrático as importações, não são tão difíceis.

Cherokee Legend Ursula

Cherokee Legend Ursula

9 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS EXPOSIÇÕES NO BRASIL E A QUALIDADE DE NOSSOS ÁRBITROS?

Existem algumas boas exposições no Brasil, mas infelizmente os clubes em sua grande maioria não se preocupam com os cães, no verão as exposições são em lugares muito quente, sem infraestrutura para acampar cães como Bulldogs . Em relação aos juízes,existem ótimos juízes, juízes políticos, e os que entendem muito pouco ou nada da raça, mas já tivemos exposições com alguns que já julgaram a Nacional de Bulldogs nos EUA.

10 – QUAL A SUA MAIOR FELICIDADE COMO CRIADOR?

A própria felicidade que eles nos proporcionam, felicidade tal , que independe da circunstância ou momento em que estamos vivendo,  para eles não existe dia triste , o amor que eles nos oferecem é tudo!!

Javary Neptune Olaf

Javary Neptune Olaf

11 – QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE AS ALTERAÇÕES NO PADRÃO DA RAÇA?

Mudanças sempre veem com o objetivo de melhorar, mas sempre dizemos, que genética é uma” caixa de surpresas”.

12 – O QUE NÃO PODE FALTAR NUM BULLDOG?

Tipicidade, bom temperamento e alegria sempre. Muito me agrada Bulldogs com linda cabeça, bela mandíbula, boa ossatura, compacto sem exageros e se movimentar bem!

Javary Neptune Olaf

Exact Classic Vida Guerra

Para saber mais sobre o Heralds Of The King acesse o site www.heraldoftheking.com.br.

Fanpage Heralds Of The King

SAS – Ansiedade de Separação

Britney - Proprietária Adri Kotoman

Britney – Proprietária Adri Kotoman

Vamos falar sobre SAS onde citamos alguns comportamentos apresentados para cães que sofrem com ela, mas podem se manifestar por outros motivos.

Problema comum enfrentado por diversas famílias e seus cães é a Ansiedade de Separação, apresentada quando os cães são deixados sozinhos, oque é um problema grave. Sintomas mais comuns são: destruição por roeduras, latidos excessivos e grande excitação na chegada dos donos.
Móveis
Sobre a destruição dos móveis na ausência dos donos os cães ficam ansiosos e como nós buscam algo para aliviar esta “tensão”, roer é uma opção! Sabemos que é a SAS quando encontramos móveis próximos a porta de saída de casa ou a própria porta roídos e arranhados. Praticar uma boa atividade física antes de os deixarmos a sós e oferecer opções para mantê-los ocupados na nossa ausência (ossos, brinquedos interativos). E ao sairmos de casa não devemos nos despedir, devemos somente sair calmamente sem excita-los.
Roedura
Os cães como nós, roerão por ansiedade, ociosidade e/ou comportamento adquirido (mania). Mastigamos chicletes, palitos e roemos as unhas, com exceção os filhotes que na troca de dentes possuem outras necessidades.
Importante ao sairmos é não excita-los e oferecer opções aos cães para que mantenham os distraídos e envolvidos por mais tempo, a fórmula que usamos é exercer aquela boa caminhada com intensidade adequada e após chegar em casa alimenta-los. Assim provocaremos aquela “preguiça” após refeição que também nos atinge após um belo almoço. Antes de sairmos de casa podemos oferecer um belo osso para ser roído e manter o cão ocupado por mais tempo. Prefiro ossos grandes e pesados como fêmur e canelas bovinas (encontrados em PetShops). Dão trabalho e não quebram, mantendo nossos amigos entretidos e assim evitando roer nossos objetos e móveis.
squezzes

Imagem da Internet

Latidos excessivos
Este problema tem algumas origens como insegurança, ociosidade e comportamento adquirido. A Ansiedade de Separação também pode provocar esta atitude tão incomoda para proprietários e vizinhos.
Neste caso os latidos excessivos manifestados por SAS possuem estímulos na insegurança ou ociosidade, primeiro passo é não incentivarmos os latidos nem recompensar o comportamento, ao deixarmos o cão só não devemos retornar caso o cão ladre ou chore. Devemos aguardar até ele silenciar e assim podemos abrir portas e dar atenção. Praticar atividade física regular e os demais exercícios mencionados nas sextas passadas auxiliaram na solução deste problema.
Pulos
Agora falaremos sobre um comportamento comum e muitas vezes bem incomodo os pulos quando chegamos em casa, assim como nas visitas. Lembrando que ao sair de casa não devemos falar com nossos cães, simplesmente sair. E ao chegar evitar comunicação entre muros e portas, pois isto excita e estimulamos cães a saltarem. Como chegar em casa? No início pode não ser tão fácil mas é possível! Podem acreditar, ao chegar abra a porta e entre direto sem falar, sem tocar nos cães, e só fale com eles quando estiverem calmos.
Foto - Bibbo Camargo

Foto – Bibbo Camargo

Qualquer duvida contem conosco!!!
Prestamos Consultorias, Palestras e Workshops
Nossa FanPage, clique aqui!
Instagram @solucoescaninas
Rafael Rodrigues – soluções em comportamento de cães
Rio de Janeiro -Rj.
Mas atendo em qualquer lugar do Brasil!

Halloween dos Bulls reúne mais de 60 Bulldogs em Curitiba

13

Pietra Prop – Hélio e Saiury

Bullblog esteve no Halloween dos Bulls, que reuniu mais de 60 Bulldogs no Phoenix Studio em Curitiba.

Organizado pelo Roberto da Bulldogada Barigui o evento foi um sucesso, em parceria com o apoio de alguns parceiros como Premier, Casa do Produtor, Bacon Dogs, Endorgard, entre outros. Muitos Bulldogs fantasiados, troca de experiência e muitos sorteios de brindes.

Origem da Bulldogada Barigui

A ideia da Bulldogada surgiu em meados de 2013 depois de uma conversa entre o gerente comercial Roberto Bajdiuk e o engenheiro elétrico Ercio Saut. Como se reuniam com frequência com seus “bulls” – forma carinhosa de chamá-los -, decidiram buscar mais pessoas apaixonadas pela raça. “As primeiras edições atraíram, em média, 15 cachorros.
A paixão de Bajdiuk pela raça é antiga e começou de forma simbólica. “Minha mãe, quando tinha 17 anos, comprou uma porcelana de buldogue com o primeiro salário dela”, disse. O objeto, que existe até hoje, sempre foi motivo de contemplação. Até que, há dois anos, ele adquiriu a Lola, que o fez ficar ainda mais apaixonado pela raça.

Lola

Lola

Bullblog ofereceu uma linda cesta e a ganhadora foi a Andreia Prado, parabéns!

Andreia Prado - ganhadora da cesta Bullblog

Andreia Prado – ganhadora da cesta Bullblog

Para ajudar no tratamento da Kaity, uma Bulldog Inglesa abandonada numa clínica por possuir problemas em seus membros inferiores.

Bulldog Club contribuiu com uma camiseta 3D para a rifa de arrecadação de fundos para a compra da cadeirinha de rodas.

Para saber mais sobre a Kaity, clique aqui!

Kaity

Kaity

Eduarda, Sema e a ganhadora Karin Bürgel.

Eduarda, Sema e a ganhadora Karin Bürgel.

A fotógrafa Bia Cestaro cobriu o evento e clicou muitos momentos divertidos confira!

18

1.1

17

16

19

Jimmy Prop – Karin Bürgel

387f54205faf09a876894cee01ff30eb

Evangelin Prop – Larissa Fernanda Maidl

6726_444364152300299_2037246544_n

15

Homer Prop – Hélio e Saiury

22

10755-desenho-cao-bulldog_large

Charlie Prop – Jana Lima

Veja mais fotos, clique aqui!

Bullbeijos!

uuu Eduarda Volpatto

Colaboradora Bullblog e Bulldog Club.

10 razões para possuir um Bulldog Inglês.

bullllee

As maiores razões para se ter um Bulldog Inglês, leia atentamente, se você se identificar com pelo menos 8 já se considere um vitorioso pois passou no teste de sobrevivência,

1 – Ao contrário dos humanos, as rugas realmente lhe caem bem..

2 – Filhotes são fofos, e quanto mais velhos mais fofos ainda.

3 – Não queira encarar um Bulldog, ele sempre vai ganhar.

4 – O melhor amigo para seu filho e com certeza a maior herança que você pode deixar pra ele.

5 – A teimosia dos Bulldogs precisa ser praticada, e vão ficando cada vez melhores com o passar do tempo.

6 – Eles se aconchegam melhor do que qualquer outro, e quando precisar de um bom abraço ele estará sempre disponível.

7 – A quantidade insana de ronco emitido por um Bulldog Inglês é equivalente a uma bomba explodindo do seu lado, mas você vai se tornar imune ao ronco.

8 – É a única raça de cão que pode andar de skate, surfar, e roncar…. simultaneamente.

9 – Bulldogs Ingleses são grandes aspiradores de pó e máquinas de lavar louça. Não acredita em mim? Basta soltar um biscoito no chão e contar quantos segundos ele demora para devora lo.

10 – O gás emitido por um Bulldog Inglês foi classificado pela EPA para ser uma alternativa natural para Napalm. Se você sobrevive a um Bulldog estará preparado para tudo.

Bullbeijos

%d blogueiros gostam disto: